Segunda-feira, 29 de Julho de 2013

Portugal não é a Grécia. Nem o Egipto. Nem a Tunísia. Nem o Brasil. Nem a Turquia.

O governo de Passos Coelho e Portas - e Cavaco -, é provavelmente o governo que enfrentou mais contestação pública desde a constituição da Assembleia da República. Greves gerais, greves sectoriais, manifestações sindicais, manifestações de outros movimentos sociais, manifestações de partidos, concentrações, acções, protestos em plena A.R., esperas públicas, invasão de palestras, tem sido este o variado menu de protesto e de proposta de alternativas de Esquerda. Precisamos de o manter e de o alargar, quer na quantidade quer na qualidade.

 

A coisa só se dá com união, ponderação e determinação. Têm sido muitos a pedir a união das "esquerdas" - coloquem o PS dentro ou fora disto, conforme vos apeteça ideologicamente - e têm sido muitos a trabalhar para essa desunião, muitas das vezes têm sido os mesmos a fazer as duas coisas em paralelo. A bandeira da unidade é frágil, tem um pano enorme e um pau muito pesado, não se ergue com palavras, segura-se com actos.

 

A crítica costuma rondar sempre a mesma questão: a CGTP e os partidos da esquerda parlamentar não mantêm as pessoas na rua.

 

A CGTP e a esquerda parlamentar têm os seus percursos, as suas ideias, as suas formas de fazer e os seus caminhos. Durante anos - décadas no caso da CGTP e do PCP - deram luta ao fascismo, ao "soarismo", ao "cavaquismo" e agora ao liberalismo económico. Estas lutas não lhes dão autoridade moral em relação aos mais novos e menos experientes, dão-lhes apenas História e maior organização. Em todos esses anos deram passos em frente e passos atrás, reinventaram-se, bem umas vezes e mal outras. Quem está com eles em muitas das suas reivindicações e ideais mas não concorda com os seus planos de acção só tem uma coisa a fazer: meter as mãos à obra e criar o seu espaço.

 

 

 

publicado por swashbuckler às 19:35
link do post | comentar | favorito
Domingo, 7 de Julho de 2013

Aos participantes da Color Run

Nota prévia: quando se diz "participantes da Color Run", quer dizer-se "aqueles que acham que manifestações não servem para nada"; "aqueles que só protestam no sofá"; "aqueles que não fazem nada porque os políticos são todos iguais e só querem é poleiro"; "aqueles que são a favor das greves mas acham que elas deviam ser substituídas por uma outra forma de luta, milagrosa!"; "aqueles que sabem que o país está mal mas não se metem em politiquices porque não percebem nada"; etc...acho que já perceberam o ponto.

 

Nota prévia (2): ilibam-se do texto que se segue, e portanto não podem ser identificados como "participantes da Color Run", os que estão a favor da manutenção deste governo e destas políticas. Esses são só coerentes, têm direito de ir a todas as "Colors Runs" que existirem.

 

O governo está podre - ia dizer irrevogavelmente podre mas já há tanta piada com esta palavra que não vale a pena. O governo mostrou a sua raça e deu razão a quem disse que, para além de praticar políticas erradas, este era um governo de conveniência em que nenhuma das partes gostava da outra. Têm, e terão, objectivos comuns, sempre: destruir o Estado Social e lucrar com todas as privatizações possíveis e imaginárias, queimar a maior quantidade de direitos garantidos aos trabalhadores e trabalhadoras, destruir ainda mais a produção nacional - ao contrário do que dizem sempre - para que Portugal esteja sempre, e cada vez mais, dependente do dinheiro estrangeiro. 

 

O que devemos então fazer para mostrar ao Cavaco que já passa da hora e este governo tem de ir embora? Vir para a rua.

 

 

 

publicado por swashbuckler às 14:10
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 3 seguidores

.pesquisar

.Agosto 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Portugal não é a Grécia. ...

. Aos participantes da Colo...

.arquivos

. Agosto 2016

. Janeiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Janeiro 2013

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds