Sábado, 23 de Janeiro de 2010

O coito

Ora muito bem, um tema que a todos diz respeito e que a todos interessa: sexo!

Na infância é a descoberta, a procura, a brincadeira à volta disso (bem, a brincadeira mantêm-se para o resto da vida). Mas sejamos sinceros, quando somos crianças ocupamos o tempo com outras coisas que na altura são muito mais motivantes. E ainda bem, porque realmente meninas sem maminhas nem rabinhos definidos não têm piada nenhuma, assim como meninos com a pilinha pequena.

Depois vem a adolescência e a coisa já muda de figura, as hormonas fervem, a vergonha cresce à medida que o interesse sobe, os cabelos começam a soltar-se e apesar das borbulhas que nos ocultam a beleza da face, os corpos começam a entrelaçar-se com muita vontade. As experiências sucedem-se com corpos assim, corpos assado, corpos para cima, corpos para baixo. Mas sempre dentro de um certo padrão estético em que normalmente os mais giros andam com as mais giras e os outros...bom...os outros são os outros.

Depois somos adultos (oh! terrível castigo!) e a coisa não é tão linear como antes. Para alguns só aqui o sexo começa a aparecer com frequência, conheço até muito boa gente que durante a adolescência andou a chuchar no dedo e que agora, oh oh, chucham por aí fora. Digamos que até aos 40 (correndo o risco de errar por ainda não ter chegado lá), o sexo é motivante e muito importante para a pessoa ser pessoa.

Na meia idade a coisa torna-se mais distante, mais "o que conta não é a quantidade, é a qualidade"...bah...claro, claro, nós vamos tentar acreditar. O amor vence barreiras, neste caso quebra, e que grandes barreiras começam a aparecer na cama. A celulite, as mamas descaídas, os rabos flácidos, as estrias dos bebés que já nasceram, as pilinhas que não funcionam como antes, as barriguinhas de cerveja, as dores musculares, o patrão que nos lixa a vida com horário parvos, os filhos que choram, os filhos que são marginais, os filhos que são parvos, os filhos que são demasiado adoráveis...enfim...

Bom, mas serviu este post para chegar ao que me interessa! Sexo na velhice! Ora bem meus amigos, esta vai ser a safa de todos, vamos ficar todos relaxados quando lá chegarmos! É que nesta altura (tirando os que fazem plásticas), vamos estar todos com os corpos pouco apresentáveis, ou seja, o interesse sexual deve decrescer espantosamente. Quando o acto é praticado não se está à espera de deuses gregos na cama, está-se somente à espera que a pilinha se ponha em continência ou que o Viagra funcione, à falta de melhor. Aqui talvez encontremos o amor. É que como não há sexo tão regularmente, somos obrigados a...espantem-se...conversar! Meu deus! Que difícil tarefa não acham? Será que é nesta altura que se descobrem as pessoas? Há os acomodados, mas isso é outro post.

Bom, se o Viagra não funcionar resta-nos fingir que voltamos a infância e toca a brincar aos médicos outra vez! Ciclos meus caros, ciclos de vida tal como a água.

Bem, os que podem forniquem o mais que possam, os que não podem não se preocupem, quando formos todos velhinhos vamos ser todos iguais (tirando algumas excepções, espero ser uma delas), quando formos velhinhos vamos passar a ter que ser todos...como é? Ah! Simpáticos!!!

publicado por swashbuckler às 15:29
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De amândio de rialba a 25 de Janeiro de 2010 às 15:00
olha, sobre o coito: antes um bom, qu'oito.

De amândio de rialba a 25 de Janeiro de 2010 às 15:01
ou como tu cantavas:

'tô fázendo ámô co'oito pêssóás!
De carla a 29 de Janeiro de 2010 às 18:08
sim sr!!
Plo menos o título é sugestivo... e o resto é assunto que a todos interessa... ora bem, que estejamos todos na fase até aos quarenta! =D

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 3 seguidores

.pesquisar

.Agosto 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Casas novas

. O Rei

. Diz o roto ao nú

. A quem serve o populismo?

. Um beijo de parabéns à UG...

. Portugal não é a Grécia e...

. 21 de Outubro: Orson Well...

. Decimatio

. Coincidências felizes

. Ah...a adolescência!

.arquivos

. Agosto 2016

. Janeiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Janeiro 2013

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds