Domingo, 7 de Julho de 2013

Aos participantes da Color Run

Nota prévia: quando se diz "participantes da Color Run", quer dizer-se "aqueles que acham que manifestações não servem para nada"; "aqueles que só protestam no sofá"; "aqueles que não fazem nada porque os políticos são todos iguais e só querem é poleiro"; "aqueles que são a favor das greves mas acham que elas deviam ser substituídas por uma outra forma de luta, milagrosa!"; "aqueles que sabem que o país está mal mas não se metem em politiquices porque não percebem nada"; etc...acho que já perceberam o ponto.

 

Nota prévia (2): ilibam-se do texto que se segue, e portanto não podem ser identificados como "participantes da Color Run", os que estão a favor da manutenção deste governo e destas políticas. Esses são só coerentes, têm direito de ir a todas as "Colors Runs" que existirem.

 

O governo está podre - ia dizer irrevogavelmente podre mas já há tanta piada com esta palavra que não vale a pena. O governo mostrou a sua raça e deu razão a quem disse que, para além de praticar políticas erradas, este era um governo de conveniência em que nenhuma das partes gostava da outra. Têm, e terão, objectivos comuns, sempre: destruir o Estado Social e lucrar com todas as privatizações possíveis e imaginárias, queimar a maior quantidade de direitos garantidos aos trabalhadores e trabalhadoras, destruir ainda mais a produção nacional - ao contrário do que dizem sempre - para que Portugal esteja sempre, e cada vez mais, dependente do dinheiro estrangeiro. 

 

O que devemos então fazer para mostrar ao Cavaco que já passa da hora e este governo tem de ir embora? Vir para a rua.

 

 

O que fez ontem a CGTP-IN e outros movimentos sociais? Vieram para a rua, com um calor abrasador, mas vieram. O que farão a CGTP-IN e outros movimentos sociais nos próximos tempos? Virão para a rua.

O que fizeram alguns outros milhares de pessoas? Foram correr 5km num percurso em que eram regadas com tintas de várias cores, com um calor abrasador, mas foram. 

 

Esclareçamos porque é que as pessoas se vêm manifestar para as ruas: porque querem que todos e todas vivam melhor, tão simples como isto.

Como comunista, o meu objectivo primordial - para além da sociedade sem classes que não trago para aqui porque muita gente a acha "fni" - é ver, à minha volta, o maior número de pessoas felizes e a viverem a sua vida livremente. Sei bem que eu sou apenas um ser, uma parte, e que nem sempre se pode tomar a parte pelo todo, mas este "todo" comunista é muito fidedigno ao que querem as suas "partes".

 

E normalmente quem vem para a rua é a Esquerda. A Direita passa muito tempo a namorar os mercados, a pentear as acções das Bolsas de Valores, a assinar casamentos em comunhão de bens entre empresas que depois despedem uns quantos trabalhadores e trabalhadoras no acomodar da nova empresa, a decidir se o filho já merece um Mercedes ou apenas um Volkswagen topo de gama "para aprender que a vida é dura".


A Direita não tem tempo para pensar nas pessoas, e portanto deixa isso para a Esquerda.

 

E pensemos porque é que há quem ainda não venha sempre para as ruas e decida ir levar com tinta nas trombas quando estamos na maior crise política desde que estabilizamos neste sistema democrático - fraquinho, mas vá.

 

Será porque afinal ainda nem toda a gente sente assim tanto os bolsos a esvaziarem-se? Será porque as pessoas ainda não perceberam bem o que está e vai acontecer? Será porque a desinformação é tanta e muita gente não entende que há 3 ou 4 anos esta novela seria impossível de acontecer? Será que quem foi à "Color Run" acha, como Passos Coelho disse ontem, citando Salazar, que "está tudo bem assim e não podia ser de outra forma"?

 

E quantos é que ontem não foram à manifestação porque estava demasiado calor e estavam, à mesma hora, na praia, com filhos pequenos? E quantos é que ontem não foram à manifestação porque acharam que ela devia ser em frente ao Palácio? E quantos é que usaram estes dois argumentos para fazerem o que mais gostam, tentar destruir a CGTP-IN? É que também estes precisam de ser mais coerentes, e se acham que a CGTP-IN só faz merda e faz sempre uma avaliação errada ou tardia nas acções que convoca, então deviam deixar de esperar coisas importantes vindas da CGTP-IN. Lancem mãos ao trabalho, certo e justo, como só vocês sabem!

 

No meio disto tudo, o que interessa, é que a CGTP-IN e os comunistas, continuarão a lutar à chuva e ao sol, nas ruas, nas empresas, no parlamento e onde for preciso para que mais e mais pessoas possam ir, descansadamente, apanhar com tinta nas trombas.

 

Não se preocupem os que não lutam deste lado, ou que estando deste lado só esperam deslizes. As lutas e os direitos que ganharmos também serão para vocês. Já se sabe que quando a coisa melhorar continuarão a existir os que dizem que os sindicatos e os comunistas são abomináveis. Aliás, normalmente quando as coisas melhoram as pessoas sentem-se mais livres para abominar os sindicatos e os comunistas. Não há problema, façam-no à vontade, retribuiremos com um sorriso. No fundo vocês sabem que sem sindicatos e comunistas não conseguiriam sequer sonhar com uma vida melhor.

 

Nota final: leiam este artigo. Fala da bomba final que Gaspar ainda foi a tempo de armar antes de sair do governo. Se depois de lerem isto continuarem a achar tudo normal, é porque são uns cocós!

 

publicado por swashbuckler às 14:10
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Claymore a 24 de Julho de 2013 às 10:43
Engraçado, encontrei o seu artigo quando pesquisava no Google por "Color Run vale mesmo a pena?"

Não pude deixar de ler este post. Porquê tanta raiva por causa das pessoas optarem por ir à color run em vez de ir à manif da CGTP? Não serão as pessoas livres de escolherem o que querem? Supostamente democracia é isso mesmo, liberdade de escolha, quer para o bem, quer para o mal.

No entanto, tenho de discordar quando diz que a direita não se manifsta. A direita manifesta-se, só que não é uma manifestação de rua...
A direita manifesta-se emigrando. Manifesta-se indo abrir empresas fora do solo nacional, porque caso contrário, têm que fechar as portas devido à carga de impostos exorbitante. A direita manifesta-se trabalhando aos fins de semana, por forma a manter as suas empresas competitivas e procurando novos mercados onde possam ir escoar os produtos, por forma a pagar aos seus trabalhadores.

Não concordo com essa ideia de que só a esquerda é que se manifesta, pois têm sido até muitos empreendedores a sofrer com politicas de austeridade, fechando as portas ao seu negócio e procurando novas oportunidades lá fora, em vez de ficar à espera que o Governo as procure por si.

Foi só um pensamento.

PS: Ainda não decidi se vou à color run no porto ou não. Confesso que ficar todo pintado não é algo que me faça sentir feliz.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

.Agosto 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Casas novas

. O Rei

. Diz o roto ao nú

. A quem serve o populismo?

. Um beijo de parabéns à UG...

. Portugal não é a Grécia e...

. 21 de Outubro: Orson Well...

. Decimatio

. Coincidências felizes

. Ah...a adolescência!

.arquivos

. Agosto 2016

. Janeiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Janeiro 2013

. Abril 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds